OS ASTROS EXPLICAM SEU PESO

 

 

  

                                                       

.

 

Do ponto de vista astrológico podemos indicar diversos fatores que sinalizam uma tendência à obesidade. Dentro da tradição astrológica diz-se que toda a vida de uma pessoa está escrita em seu mapa astral, incluindo a sua compleição física. Recentemente foram feitas pesquisas com mais de mil mapas astrológicos de pessoas com excesso de peso e obesidade e pessoas com o peso normal. Diversos fatores corroboraram aquilo que a tradição astrológica já indicava. Entre estes fatores destacamos os seguintes:

– A presença destacada da lua no mapa. A lua na astrologia simboliza a mãe, as emoções e a nutrição (entre outras coisas). Esse posicionamento indica uma grande sensibilidade emocional e possíveis problemas de relacionamento com a mãe.

– A presença destacada dos signos câncer e touro no mapa astral. Para quem não sabe câncer é o signo regido pela lua e o touro é o signo onde ela está em posição de grande destaque.

– A presença da lua no signo oposto ao ascendente indicando uma situação de grande tensão emocional já que sente de uma maneira e age de maneira diferente.

– A lua presente na 12ª casa do mapa astral indicando abandono materno (real ou emocional). Também pode indicar uma enorme sensibilidade emocional e possíveis problemas digestivos.

– O sol em conjunção com a lua, as pessoas nascidas na lua nova costumam apresentar um mau funcionamento do sistema digestivo.

– Predomínio no mapa dos elementos terra e água que indicam grande facilidade de ganho de peso e possível tendência à retenção de líquidos.

Esses e outros fatores são apenas indicadores e a presença de dois ou mais deles mostram uma grande probabilidade de a pessoa ter excesso de peso em alguma fase de sua vida.

Mas é importante dizer que o mapa astral indica as tendências e possibilidades e que podemos transformar o limão em limonada. Como? Por exemplo: em caso de uma extrema sensibilidade emocional e sensação de abandono (lua na casa 12) a meditação, a yoga e a arte podem se tornar boas opções para um equilíbrio emocional pleno.

Outra excelente maneira de trabalhar essas emoções de forma gradual (é um trabalho arqueológico) removendo camadas cada vez mais profundas até chegar ao âmago do problema são os florais.  Eles permitem que se quebrem padrões ancestrais, heranças emocionais e se quebrem também os karmas familiares. Tudo de forma gradual, metódica, sem grandes sobressaltos. Há florais específicos para a compulsão alimentar que permitem a pessoa ir superando gradualmente essa “fome” (na verdade é uma fome emocional).

A compulsão alimentar é aquele impulso incontrolável que nos faz devorar um alimento até o final mesmo sem fome.  Mas é preciso descobrir com precisão quais os florais que realmente são adequados para aquela pessoa.  Por isso é preciso existir uma grande sintonia entre o terapeuta floral e o cliente. Se os dois não se harmonizam o melhor é buscar outro terapeuta.  Não existem milagres, mas gradualmente pode se superar o excesso de peso dia-a-dia e deixar a vida mais leve em todos os sentidos.

 

                                                                 RÉGIS CAANABARRO

   ASTRÓLOGO, NUMERÓLOGO E TERAPEUTA FLORAL.