MAPA ASTRAL: O MAPA DA MINA

 

Quando compramos um computador ou outro eletrodoméstico recebemos junto um manual de instruções que explica seu funcionamento e as diversas opções de uso. A maioria das pessoas acaba usando o aparelho em suas funções mínimas e não desfruta de todo o seu potencial.

Só quem conhece o manual a fundo é capaz de explorar todo o potencial do aparelho.

Na nossa vida nós fomos agraciados com um manual de instruções, que entre outras formas, está plasmado no nosso mapa astral.

O mapa astral é um desenho esquemático da posição astrológica dos planetas em um dado momento, local e data específicos. É como uma fotografia do céu no momento exato do nascimento. O mapa astral é um indicador simbólico para o astrólogo, tão bom, ou melhor, que uma radiografia ou uma ressonância magnética é para um médico. O mapa astral é uma “radiografia psíquica” de seu interior; nele está disposto tudo o que se refere a você, desde questões físicas (saúde, força, sexualidade etc.), de natureza espiritual (intuição, fé, ceticismo, mediunidade etc.), até mesmo questões amorosas e profissionais.

Ele mostra o caminho que devemos seguir para encontrarmos a nossa realização pessoal, onde está nosso potencial e o que nos faz feliz.

É como o mapa do tesouro dos antigos piratas, mostrando que muitas vezes buscamos o nosso tesouro no lugar errado. O mapa astral nos fala de nossa essência, aquilo que realmente somos e o que buscamos. Hoje em dia afirmo sem medo de errar que entre 80% ou 90 % das pessoas estão na profissão errada.   Pelo menos 50% das pessoas têm problemas sérios de relacionamento afetivo ou estão infelizes em seus relacionamentos. Por que isso?

Por que as pessoas não se conhecem e não sabem usar seu potencial, buscando muitas vezes viver uma vida dentro de um molde em que não se encaixam!

É como a história da águia que foi criada como galinha desde pequenina. Mas ela é uma águia e nunca será feliz como galinha, quando, numa situação extrema é jogada do alto de uma montanha seu coração de águia desperta e ela voa alto.

Quanta gente com potencial enorme e que nasceu para altos vôos está perdida, vivendo muito abaixo de seu próprio potencial, pois desconhece todo o seu poder!

Alguns até sabem o potencial, mas não estão dispostos a pagar o preço, ou esperam se aposentar para realizar seus sonhos e correndo o risco de morrer antes sem ter sequer sentido o gosto de buscar seu sonho.

A interpretação do mapa ajuda muitas pessoas que se sentem “um peixe fora d’água” e não descobriram seu lugar no mundo. Normalmente o potencial dessas pessoas é desconhecido por elas. O mapa astral nos mostra como lidamos com o dinheiro, qual o significado dele em nossa vida e a melhor maneira de prosperarmos financeiramente. Algumas pessoas não têm potencial para serem empresárias, pois é melhor um empregado bem pago que um patrão falido.

E as pessoas com vocação para negócios precisam saber qual o tipo de negócio em que tem mais chance de sucesso. Nosso mapa mostra as atividades que dão lucro, as que dão prejuízo e as que alternam lucros e prejuízos. E indica a época de nossa vida em que podemos ter mais sucesso nos negócios e quando devemos ser mais cautelosos, conservando o que já conquistamos. O mapa astral nos mostra o potencial mental que temos e o tipo de atividade mais adequada para ele. Uma pessoa com mercúrio em sagitário será um péssimo contador, pois odeia o detalhe e as contas nunca fecham. Mas será excelente para propaganda e marketing. Mostra como nos relacionamos com nossa família e com a nossa casa. Uma pessoa com a lua em câncer nunca se sentiria bem morando num apart-hotel apesar da comodidade. Ela precisa de um lar, um cantinho seu que ela ajeita de modo especial.

O mapa nos mostra como amamos e como expressamos o nosso amor. O tipo de pessoa que nos atrai e o tipo de pessoa que é pura encrenca (aquela que dispara o alarme “perigo”) e por quem muitas vezes sentimos uma atração irresistível. Como nos relacionamos com nossos filhos e como expressamos nossa criatividade.

Podemos aprender sobre os nossos pontos fracos da saúde, os problemas de fundo psicossomático e quais os melhores tratamentos para eles. Como nos relacionamos no ambiente de trabalho. O tipo de casamento e o perfil do cônjuge, as sociedades em geral.

O caminho do sucesso e como podemos chegar até ele. A espiritualidade em nossa vida e nosso relacionamento com os amigos.  Como lidamos com nossos parentes e os parentes de nosso cônjuge. Esses são apenas alguns exemplos do que podemos descobrir no nosso mapa astral, pois seria mais fácil falar o que não podemos descobrir.

E você, já conhece seu mapa astral? Não! Então, eu o convido para buscar conhecer! Está esperando o que?

 

RÉGIS CAANABARRO                                                                                              ASTRÓLOGO E NUMERÓLOGO