A CURA DA ALMA

 

 

Nunca no mundo tivemos uma situação assim: uma enorme quantidade de remédios, recursos tecnológicos de ultima geração e profissionais de saúde altamente qualificados. E, num imenso paradoxo, uma quantidade enorme de pessoas doentes! Sem entrar no mérito do nosso sistema de saúde, afirmamos que uma das causas dessa enorme quantidade de doentes é a doença da própria sociedade. Um mundo doente reproduz doenças em quantidade astronômica. Se acrescentarmos as doenças emocionais e mentais então a situação se mostra assustadora.  A metafísica da saúde busca as causas mais profundas por trás dos problemas de saúde e o caminho para a cura da alma. Esse é um trabalho que não substitui o tratamento médico, mas que o complementa levando maior bem estar á pessoa e dividindo com o médico a responsabilidade pela cura. É a pessoa tomando pé de sua situação e mudando de atitudes em busca da sua evolução pessoal. Deixa de ser um sujeito passivo esperando a cura e se torna alguém ativo, buscando a solução de seus problemas. As programações mentais, os medos, as emoções negativas, os condicionamentos, as falsas verdades, estão por trás das doenças físicas e emocionais. A cura verdadeira só é possível quando se cura a alma, ou então é uma falsa cura, pois o problema original somente muda de forma! Há uma série de vivências e exercícios que permitem acessar o conteúdo por trás dos problemas e mudar o padrão de pensamentos e sentimentos. O exercício do perdão permite que expressemos nossa contrariedade com outra pessoa e nos livremos de uma enorme carga de ressentimentos, mágoas, vingança, tristeza. Esse exercício é um verdadeiro alívio, nos limpa de energias pesadas que só servem para atrasar e complicar a vida. Cada parte do corpo tem uma simbologia dentro da metafísica da saúde e emoções correspondentes. Por exemplo, a vesícula biliar simboliza o trabalho harmonioso e satisfatório.  Quando a pessoa se sobrecarrega de responsabilidades suas e de outras pessoas, não expressa sua raiva por isso e enxerga somente um futuro sombrio, pode desenvolver cálculos na vesícula. É a raiva usada contra si mesmo!

Se a pessoa começa a ver que não precisa carregar sozinha todas as responsabilidades e começa a deixar que as pessoas cuidem de seus próprios problemas começa a equilibrar-se emocionalmente. Esse processo costuma ser gradual, mas os resultados são maravilhosos.

Aos poucos a pessoa se descobre e começa a expressar a verdadeira vontade da alma. E quando estamos fazendo a vontade da alma, a vida fica mais bela e muito mais saborosa.

                                             RÉGIS CAANABARRO

                                           ASTRÓLOGO E NUMERÓLOGO